CRISTIANISMO ESOTERICO ANNIE BESANT PDF

Por detrs do ensino popular, o misticismo terico; e, do misticismo terico, o misticismo prtico, o ensinamento espiritual oculto, que no era dado seno sob condies expressas, claramente comunicadas e obrigatrias para todo candidato. Clemente de Alexandria menciona esta diviso dos mistsucedem os Mistrios Menores diz le rios. Os Mistrios do Egito foram a glria desta terra venervel, e os maiores filhos da Grcia, tal como Plato, se transportaram a Sais e a Tebas para. Na por egpcios, Instrutores da Sabedoria.

Author:Mekazahn Zulukus
Country:Philippines
Language:English (Spanish)
Genre:Marketing
Published (Last):1 June 2007
Pages:351
PDF File Size:5.97 Mb
ePub File Size:17.69 Mb
ISBN:573-7-41005-449-9
Downloads:11826
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Grot



Por detrs do ensino popular, o misticismo terico; e, do misticismo terico, o misticismo prtico, o ensinamento espiritual oculto, que no era dado seno sob condies expressas, claramente comunicadas e obrigatrias para todo candidato. Clemente de Alexandria menciona esta diviso dos mistsucedem os Mistrios Menores diz le rios.

Os Mistrios do Egito foram a glria desta terra venervel, e os maiores filhos da Grcia, tal como Plato, se transportaram a Sais e a Tebas para. Na por egpcios, Instrutores da Sabedoria. Prsia, os mistrios de Mitra; na Grcia, os mistrios de Orfeu e Baco e, mais tarde, os de Elusis, da Samotrcia, da Ctia e da Caldeia, de todos conhecidos, pelo menos de nome. Embora, sob uma forma extremamente degenerada, os mistrios de Elusis mereceram o respeito dos homens mais eminentes da Grcia, tais como Pndaro, Sfocles, Iscrates, Plutarco, Plato.

Ligava-se aos serem mistrios especial importncia sob o do alm-tmulo asseguravam a felicidade futura. Jmblico, o grande teurgo do terceiro e quarto sculos depois de Cristo, muito h a aprender com relao ao fim dos mistrios. A teurgia era a magia, "a parte mais adiantada da cincia sacerdotal 4 ; ela era praticada nos Mistrios Maiores, para De 2 3 4 pg.

Ver o artigo sobre os mistrios, na Enciclopdia Britnica. Pesello, citado em Jmblico sobre os Mistrios, por Taylor, 21 evocar a apario dos Seres superiores. Resumida em algumas palavras, a teoria que serve de base aos mistrios a seguinte: Primeiramente, o nico, anterior a todos os seres, imvel, concentrado na solido de sua prpria unidade.

Do Nous procede a Alma do Mundo, qual pertencem as "formas divinas intelectuais, que acompanham os corpos visveis dos deuses.

Conforme as doutrinas professadas nos mistrios, "todas as coisas procedem do nico e para ele voltam"; "O nico su- 5 Jmblico, pg. Permanecendo sempre em repouso, le faz jorrar, de Sua prpria plenitude como um raio uma imagem de que forma o conjunto das ideias do mundo inteligvel.

A alma, por sua vez, a imagem ou produto do nous e, ao moyer-se, gera a matria fsica. A alma tem,- portanto, duas faces: uma virada para o nous, donde ela emana, e a outra virada para a vida material que faz nascer de si mesma. Para atingir o fim supremo, o prprio pensamento deve ser abandonado, porque o pensamento uma forma de movimento, e a alma aspira ao repouso imvel, que prprio do nico.

A unio com a divinda-de transcendente no tanto o conhecimento ou a viso, como o xtase, a fuso e o contato. Por outra parte, afirmando um Deus superior razo, o misticismo torna-se, em certo sentido, o complemento necessrio do racionalismo que tudo q u er abraar.

O sistema culmina num ato mstico".

GRIMOIRE POPE HONORIUS III PDF

Outras páginas interessantes:

.

LIBROS DEUTEROCANONICOS PDF

O Cristianismo Esotérico

.

KISAH PELAYARAN ABDULLAH KE KELANTAN PDF

Annie Besant - Cristianismo Esotérico.pdf

.

Related Articles